Caminhada espiritual e dias ruins

Pai João de Angola, no livro, “7 Caminhos para o Autoamor”, dá mais uma contribuição para o entendimento do processo de desenvolvimento espiritual. Vejamos: “Uma vida espiritual elevada depende, sobretudo, dos seus sentimentos. Sua relação com Deus é baseada naquilo que você traz em seu coração.

“A fraternidade, o respeito, a boa palavra, a bondade, a gentileza e o perdão são alguns dos sentimentos que iluminam sua alma; o fazem ouvir os chamados do Criador, e entender melhor os caminhos que o levam a Ele. Seus sentimentos são a fonte de desenvolvimento da espiritualidade em sua vida.

“Uma vida espiritual elevada é cultivada, sem sombra de dúvida, com base na persistência, e é um acesso para a saúde psicológica e emocional, mas isso não significa manter-se bem o tempo todo. Haverá ‘dias ruins’, e não há como escapar deles. A melhoria espiritual não recomenda viver permanentemente em clima de vibrações elevadas sem abalos ou interrupções e, sim, aprender o caminho para resgatar o equilíbrio quando os ventos fortes da perturbação arremessarem-no a dores e tormentas interiores.

“Uma das maiores conquistas espirituais reside em saber como extrair o melhor dos chamados ‘dias ruins’. Sem dúvida, esses são os dias mais ricos da existência, apesar de serem os mais dolorosos. Lembre-se de que seus piores dias trazem as lições mais essenciais; neles, sua alma quer mostrar aquilo que você tem dificuldade em enxergar nos dias bons da vida.

“Quem aprende o que fazer e como lidar com suas sombras internas é um forte candidato à felicidade verdadeira. Por pior que as coisas possam parecer, elas vão levá-lo ao caminho traçado por Deus dentro do mapa da sua existência. Por pior que seja o seu dia, existem tesouros de libertação e cura à sua espera, escondidos nas sombras das experiências dolorosas. Como qualquer outro filho de Deus, você merece a sublime amorosidade do Pai em seu favor”.

document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Fonte:

Deixe um comentário