Câmara Setorial da Cadeia Produtiva

O GDF instituiu, esta semana, a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Floricultura. O órgão será responsável por articular discussões e debates sobre o setor entre o poder público, entidades representativas e produtores de flores.

 

“A Câmara será o grande fórum para trocar experiências, discutir os problemas e construir soluções para o setor de floricultura do DF crescer e se desenvolver”, explicou a presidente da Câmara Setorial, Márcia Carvalho.

 

Com a criação do fórum, os membros definiram calendários de reuniões e instituíram uma comissão responsável pela elaboração do regimento interno.

 

Na segunda reunião do grupo, marcada para 1º de novembro, os participantes apresentarão propostas para formulação de um curso de capacitação de produtores de flores e discutirão sobre o Programa de Floricultura da Emater-DF.

 

Para a secretária executiva Câmara Setorial de Floricultura, Desirée Duarte, a criação do órgão favorecerá a profissionalização do segmento.

 

“A Câmara servirá para organizar o setor e desenvolvê-lo. Vamos buscar todos os meios para capacitar produtores e trabalhadores. O mercado de Brasília é muito grande neste segmento e por isso os produtores de flores do DF têm bastante espaço para crescer”, destacou.

 

A Câmara Setorial da Floricultura pretende criar mecanismos para trazer robustez à produção local. O Distrito Federal detém o maior consumo per capta de flores e plantas ornamentais do Brasil, mas produz apenas cerca de 20% do que consome.

Fonte:

Deixe um comentário