Caiado rompe com Bolsonaro

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Foto: Agência Brasil

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), criticou, em uma coletiva realizada nesta quarta-feira (25), o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro. Ele deixou claro que rompeu politicamente com o presidente e que as conversas, a partir de agora, serão somente por meio de comunicados oficiais.

Médico, Caiado pediu respeito à sua atuação e afirmou que o Goiás seguirá as orientações de isolamento social. A atitude do presidente foi considerada como uma falta de respeito com todos que se empenham no combate à doença. Dentre as críticas, o governador citou uma frase do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama: “Na política e na vida, a ignorância não é uma virtude”.

“Fui aliado de primeira hora, durante todo o tempo. Mas não posso admitir que venha agora um presidente lavar as mãos e responsabilizar outras pessoas por um eventual colapso. Não faz parte da postura de governante”, acrescentou Caiado.

O governador reforçou o rompimento com o presidente. “É um rompimento total, definitivo. Acabou. Não pode governar de acordo com humor dele, senta e desautoriza todo mundo”, disse.

Na noite desta terça-feira (24), Bolsonaro fez um pronunciamento em rede nacional onde sugeriu o fim do “confinamento em massa”, medida instituída para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Ele ainda se referiu a doença como uma “gripezinha” e confrontou as atitudes tomadas pelos governos estaduais.

Deixe um comentário