Cadela abandonada durante 4 anos é resgatada

PM da Polícia Militar Ambiental pulou o muro da casa para salvar o animal: 'Ele não foi agressivo, pelo contrário, é dócil. Não tivemos problemas' (Carlos Moura/CB/D.A Press)
PM da Polícia Militar Ambiental pulou o muro da casa para salvar o animal: “Ele não foi agressivo, pelo contrário, é dócil. Não tivemos problemas”

Depois de quatro anos presa em um lote, em Taguatinga Norte, uma cadela preta vai, finalmente, ganhar um novo dono e mudar de endereço. Graças à mobilização de vizinhos, a Polícia Militar Ambiental do Distrito Federal teve conhecimento do caso e resgatou o animal na tarde de ontem. Pretinha ou Titinha, como é chamada na redondeza, estava abandonada no terreno de uma área residencial da cidade. Ela era alimentada por moradores da QND 38. Eles passavam comida, ração e água por meio de uma grade.

Ontem, quando o Correio visitou a quadra, o animal ainda estava trancado. Embora vizinhos tentassem chamar a atenção de Pretinha, ela pouco se movimentou. Mancando e bastante debilitada, a cadela teve dificuldades para chegar até o portão. Abanou o rabo, mas desistiu da caminhada no meio do percurso. Segundo a advogada Nayara Cristina Lopes Pereira, 22 anos, o animal tem feridas no pelo e inchaço no corpo. “Quando os moradores saíram da casa, vinham de 15 em 15 dias ver o lote e diziam colocar comida para ela, mas depois de um tempo as visitas pararam”, contou.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário