Cadastro eleitoral biométrico

O recadastramento biométrico no Distrito Federal, que completa quatro meses hoje, acaba em 31 de março de 2014, mas se o ritmo atual de procura dos eleitores pelo serviço continuar, serão necessários quase dois anos para todos terem as digitais coletadas pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Aproximadamente 85% dos brasilienses ainda precisam atualizar o título, motivo de alerta segundo o especialista em direito eleitoral da Universidade de Brasília, Tarcísio Vieira: “o cidadão deve saber que sua principal arma é o voto. A biometria é seu passaporte para o processo eleitoral”, ressaltou.

Até ontem (24), 265.291 pessoas fizeram o cadastro das impressões digitais nos cartórios e postos eleitorais do DF, o que representa apenas 14,25% dos 1.863.883 eleitores esperados pelo TRE-DF até o fim da campanha, previsto para 31 de março do ano que vem.

Atualmente, 60 servidores e 200 estagiários disponibilizados pelo GDF auxiliam o tribunal no recadastramento biométrico, reforço que permitiu a ampliação do atendimento nos 25 cartórios e postos eleitorais do DF – agora todos funcionam continuamente das 8h às 18h, por agendamento. (veja como agendar abaixo)

“É uma ajuda imprescindível para dar vazão à demanda enorme do eleitorado do DF. Os números atuais são baixos porque nos dois primeiros meses atuávamos só com nossa estrutura. Dobramos os atendimentos depois do reforço”, explicou o diretor-geral do TRE-DF, Arthur César da Silva Júnior.

Além dos 260 funcionários, entre servidores e estagiários, disponibilizados por termo de cooperação com o governo do DF, o TRE recebeu apoio do Exército, que enviou 100 militares para auxiliar na biometria, e contratará em julho outros 214 atendentes terceirizados.

De acordo com Arthur Júnior, o número total supera em quase duas vezes a quantidade de servidores do próprio tribunal envolvidos com o recadastramento, já que o órgão, como um todo, tem 509 servidores e 60% deles estão empenhados nesse serviço.

COMO FAZER- A biometria é considerada uma tecnologia segura que consiste no cadastro de cada cidadão junto à Justiça Eleitoral pela impressão digital, para evitar fraudes na identificação durante as eleições, de acordo com o TRE.

O atendimento nos cartórios e postos eleitorais é feito somente com agendamento, por isso os interessados devem marcar horário pelo site do tribunal (www.tre-df.jus.br) ou pelo telefone 048-4000, de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

Os eleitores têm até o dia 31 de março de 2014 para cadastrar as digitais, pois quem perder esse prazo terá o título cancelado e ficará impedido, entre outras coisas, de tirar passaporte, tomar posse em cargo público e, ainda, votar nas eleições de 2014.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 22 milhões de brasileiros serão identificados pelas digitais nas eleições de 2014, por isso o programa de identificação biométrica está em curso em 22 estados e no Distrito Federal – 18,3 milhões de eleitores já foram cadastrados.

Fonte:

Deixe um comentário