Caça-fortuna no Mané

Estádio Mané Garrincha. Foto: Arquivo/Agência Brasil

Não faz muito tempo, os cartolas do futebol chamavam excursões para amistosos ou jogos de menor importância de “caça-níqueis”. No domingo (16), Flamengo e Athlético-PR farão partida única, às 11h, valendo o título da Super Copa do Brasil. Pelo preço dos 71 mil ingressos postos à venda pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), poderia ser batizada de “caça-fortuna”.

A competição volta a ser disputada após 28 anos entre os campeões do Brasileirão e da Copa do Brasil do ano anterior. Pagará R$ 5 milhões ao vencedor e R$ 2 milhões ao derrotado. E quem vai bancar a conta é o torcedor brasiliense, com a cobrança de entradas que vão de R$ 100, a meia entrada, a R$ 600 a inteira no camarote.

A CBF aposta, ainda, no horário das 11h, que nos últimos anos vem fazendo sucesso entre os torcedores – principalmente aqueles que gostam de levar a família – em jogos do Campeonato Brasileiro. No entanto, com os ingressos tão caros, uma família de 4 pessoas, por exemplo, gastará no mínimo R$ 400 apenas com ingressos, sem contar os custos de transporte e alimentação.

Nada é tão ruim que não possa piorar

Tradicionalmente, desde que o novo Mané Garrincha foi inaugurado, os ingressos costumam ser caros, mas quase sempre todos podem usufruir da meia entrada, levando 1 Kg de alimento. Para este jogo manteve-se a tradição do ingresso (super) caro, como se fosse para fazer jus ao nome da competição. Porém, não haverá meia entrada para quem levar 1 Kg de alimento. Quem comprar ingresso no valor de meia terá que apresentar algum documento que comprove o direito social ao benefício.

Setores e valores:
>>Cadeira inferior inteira: R$ 300 – Meia: R$ 150
>>Cadeira superior inteira: R$ 200 – Meia: R$ 100
>>Vip Hospitality inteira: R$ 400 – Meia: R$ 200
>>SuperCamarote: R$ 500 (não tem meia entrada/serviço de bebida liberado)
>>Camarote: R$ 600 (com serviço/não tem meia entrada)

Compra de camarote pelos telefones (61) 99164-9166 (Carlos) e (61) 98402-4994 (Christiano). O valor refere-se ao assento, mas a venda está condicionada ao camarote completo, com capacidade para 18, 21 ou 30 pessoas.

Deixe um comentário