Briga na compra Touring Club

Maquete do Espaço do Futuro a ser erguido no local que hoje é o Touring Club. Crédito: Divulgação

A compra pelo Sesi e Senai do antigo prédio do Touring Club, ao lado da Rodoviária de Brasília, tornada pública na quinta-feira (19), foi decidida durante uma tensa reunião do Conselho da Confederação Nacional da Indústria (CNI), no dia 26 de novembro.

R$ 80 milhões – Embora as entidades não tenham divulgado o valor da transação, o Brasília Capital apurou que o Sesi e o Senai vão pagar R$ 80 milhões pelo espaço, que será transformado no Museu da Indústria de Brasília.

Racha – Na reunião de novembro, a maioria dos conselheiros defendia o negócio. Porém, o presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaff, era contra. O presidente da Federação de Brasília (Fibra), Jamal Bittar, se irritou e os dois quase chegaram às “vias de fato”.

Respostas – A reportagem tentou confirmar a desavença. A assessoria de imprensa da Fiesp respondeu que “não comentaria o assunto”. A Fibra disse que “questões do conselho CNI são reservadas aos conselheiros e não são tratadas em ambiente público. Não ocorreu o fato alegado” (a briga).

Deixe um comentário