Brazlândia terá blitz contra incêndios florestais

Para incentivar a consciência da comunidade sobre os riscos dos incêndios florestais, o governo de Brasília, em parceria com o federal, faz a segunda blitz educativa do ano. Na sexta-feira (4), servidores de diversos órgãos estarão na BR-080, sentido Brazlândia, nas imediações da Floresta Nacional de Brasília (Flona), para alertar os condutores da região sobre a importância de não atear fogo a lixo ou entulho.

A exemplo do que ocorreu no ano passado, a abordagem parte do ponto de vista da educação ambiental. Para isso, serão distribuídos materiais informativos, como fôlderes e o Almanaque do Fogo. “O resultado no ano passado foi muito positivo. Percebemos um aumento dos acionamentos em 2017 em relação a 2016”, explica a assessora técnica da Secretaria do Meio Ambiente, Carolina Schubart.

O dado refere-se às 10.105 ocorrências atendidas pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF no ano passado e aos 6.944 registros do ano anterior. Apesar disso, a área queimada em todo o território foi menor: 17.441,95 hectares foram consumidos pelas chamas em 2016 e 16.331,37 hectares no ano seguinte. Ações como as blitze são muito bem recebidas pelos moradores da área, na avaliação da técnica. “Eles são informados sobre os números a que podem recorrer ao flagrarem alguém ateando fogo ao lixo. Descobrem também que podem denunciar anonimamente vizinhos que insistem na atitude.”

Outro ponto positivo é a possibilidade de informar a população sobre a função do papa-entulho e do papa-lixo.

A participação direta de cerca de 100 estudantes da Escola Classe Incra 6, de Brazlândia, na aproximação com o público é fundamental para o sucesso da blitz. “Quando o adulto vê que a nova geração está pedindo para não sofrer com os efeitos dos incêndios florestais, ele fica mais sensibilizado”, detalha.

A blitz educativa conta com a participação dos seguintes órgãos:

  • Aeronáutica
  • Escola Classe Incra 6
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  • Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)
  • Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)
  • Instituto Brasília Ambiental (Ibram)
  • Jardim Botânico de Brasília
  • Marinha
  • Polícia Rodoviária Federal
Fonte:

Deixe um comentário