Brasileiros estão no Top 15 do ranking mundial júnior de pentatlo

Depois de fazer uma excelente campanha nos Jogos Sul-Americanos de Santiago, no Chile, ao conquistar cinco medalhas – dois ouros, duas pratas e um bronze –, o pentatlo moderno brasileiro agora comemora os resultados do ranking mundial da modalidade. Na relação divulgada nesta semana pela União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), o País aparece com dois atletas entre os 15 melhores do mundo na categoria Júnior. Felipe Nascimento ocupa o inédito 8º lugar e William Muinhos o 14º. Os dois atletas recebem o auxílio financeiro do programa Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte.

À frente de Felipe, que acumula 77 pontos na relação, estão somente dois ingleses, dois russos, um ucraniano, um mexicano e um polonês. Aos 20 anos de idade, o britânico Joseph Evans, medalhista de bronze da primeira etapa da Copa do Mundo do ano passado, é quem lidera o ranking para pentatletas de 19 a 21 anos com 147 pontos. Com a mesma idade do líder do ranking, o pentatleta do centro de treinamento da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) em Pernambuco ficou surpreso com sua colocação no ranking da UIPM.

“Acho muito bom, mostra que venho tendo uma evolução grande nos últimos meses. Mas, ainda há muito trabalho a ser feito. Já penso nas competições a um nível acima, já que no ano que vem já serei Sênior”, comemora o pernambucano, que conquistou o ouro na disputa individual e a prata no revezamento misto dos Jogos Sul-Americanos.

No ranking mundial sênior, Felipe é o segundo melhor brasileiro da relação, ao figurar em 64º. O número 1º do País, Danilo Fagundes, aparece em 62º. Neste ano, além da competição no Chile, Felipe também esteve na primeira etapa da Copa do Mundo, em fevereiro, no México. O pernambucano já se prepara para encarar a terceira qualificação do torneio, daqui a um mês, na China.

“A competição no Chile foi bem equilibrada e acirrada. Foi muito bom ter conquistado as medalhas para mim e para o Brasil. Foi uma grande superação e ainda há muito a ser feito. Minha motivação continua sendo a mesma nos treinos e nas competições. Estou sempre procurando dar o melhor de mim”, o pentatleta destaca.

Em 14º lugar no ranking mundial Júnior com 60 pontos, William Muinhos também celebra sua melhor colocação na relação. Até então, o carioca de 20 anos tinha chegado até a 18ª posição, lugar alcançado no início de 2013. Do centro de treinamento da CBPM no Rio de Janeiro, o pentatleta comemora ver seu nome entre os 15 melhores do mundo em sua categoria. “Estava em 21º e estou feliz por estar no Top 15. Agora, vou trabalhar para melhorar essa colocação”, William reforça.

Mesmo com apenas 20 anos de idade, o carioca já quebrou muitos recordes para o Pentatlo Moderno brasileiro. Em julho de 2011, ele surpreendeu ao liderar o ranking mundial Jovem A (para pentatletas com 17 ou 18 anos). No mesmo ano, no Mundial Júnior, disputado na Argentina, se tornou o primeiro brasileiro a avançar até uma final masculina de um mundial de Pentatlo Moderno, mesmo não sendo oficialmente da categoria Júnior.

No ano passado, William voltou a fazer história no Mundial Júnior da Hungria ao participar da final da competição ao lado de Felipe Nascimento. Foi a primeira vez que o Brasil teve dois pentatletas em uma final masculina de um mundial da modalidade. Foi também no mundial disputado no país europeu que o carioca quebrou o recorde mundial Júnior de série de tiro no evento combinado de tiro a laser e corrida, marca que é dele até hoje.

“O 14º lugar no ranking Júnior me dá mais motivação nas competições para que eu consiga conquistar uma melhor colocação na próxima relação”, conta William, que se prepara para o Mundial Júnior deste ano, que também será disputado na Hungria, em maio.

Yane no Top 5
No ranking mundial divulgado pela UIPM, a campeoníssima Yane Marques continua na 5ª posição. A pernambucana se mantém no Top 5 Sênior da modalidade há mais de dois anos. Priscila Oliveira é a 18ª, voltando a sua melhor posição na relação até agora. A líder do ranking sênior é a lituana Laura Asadauskaite, que está no topo desde que conquistou o ouro nos Jogos Olímpicos de Londres.

Dos 17 brasileiros listados no ranking mundial da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), 15 recebem o benefício da Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte, Yane, inclusive, na modalidade Pódio. A pernambucana também integra o Time Brasil, do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e, junto com Luis Magno, Larissa Lellys e Priscila Oliveira faz parte do Programa de Alto Rendimento do Exército Brasileiro através da Comissão de Desportos do Exército (CDE); elas como Terceiro Sargento e ele como Primeiro Tenente.

Fonte:

Deixe um comentário