Brasileiro candidato

Roberto Azevêdo ocupa desde 2008 o posto de embaixador brasileiro junto à organização. Vencedor da disputa será definido em 31 de maio

Gabriel Castro
O embaixador do Brasil na OMC, Roberto Azevêdo, durante entrevista sobre disputa do algodão, em 2007

Embaixador do Brasil na OMC, Roberto Azevêdo, é o indicado do governo concorrer à chefia do órgão (Marcello Casal Jr./ABr)
O Itamaraty organizou uma entrevista coletiva para apresentar oficialmente o candidato brasileiro à diretoria-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC). Roberto Azevêdo afirmou que sua candidatura é fruto de decisão da presidente Dilma Rousseff.
As declarações dadas por Azevêdo enfatizaram a busca pelo multilateralismo no organismo que regula o comércio internacional. “É fundamental que o futuro diretor-geral da OMC possa transitar entre os vários grupos de países, sem impor posições”, disse ele.
O candidato lembrou ainda que o comando da OMC nunca foi ocupado por alguém oriundo da América Latina ou da África. “A alternância na origem dos diretores-gerais da OMC é importante para aumentar a credibilidade da organização”, afirmou.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário