Brasil terá mais usinas térmicas até 2022

Plano de energia anunciado pelo presidente da EPE prevê aumento de participação de térmicas, que têm a desvantagem de custo mais elevado

Usina termoeletrica da Chesf

Atualmente, geração térmica no país está em 14 mil megawatts (Arlindo Felix/AE)
O Plano Decenal de Energia 2013-2022 (PDE) terá mais usinas térmicas que o atual, afirmou nesta segunda-feira o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim.
Segundo Tolmasquim, as térmicas deveriam operar mais na base do sistema elétrico nacional, ou seja, ser colocadas como uma das fontes principais de energia do país. Mas o preço alto do gás natural é um obstáculo para essa proposta.
“Já estamos fazendo o plano 2022 e prevemos um pouco mais de térmica entrando no sistema. Estamos trabalhando nisso, mas devemos ter mais térmica à gás”, disse Tolmasquim, sem revelar os montantes.
Fonte: Veja Online
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário