Brasil recebe ministro do Paraguai

As políticas públicas brasileiras voltadas para agricultura familiar tem se consolidado como referência para outros países. E, para conhecer melhor o trabalho promovido pelo Governo Federal, o assessor especial da presidência do Paraguai para políticas de combate à fome e à pobreza, ministro Juan Carlos Baruja, se reuniu, nesta terça-feira (4), com o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Pepe Vargas, em Brasília.

Durante o encontro, o ministro paraguaio demonstrou o interesse do seu país em aplicar a experiência brasileira na agricultura familiar do Paraguai. Baruja  destacou que as políticas públicas brasileiras são “um modelo a ser seguido por outros países”, referindo-se especialmente ao PAA, Programa Nacional de Aquisição de Alimentos.  O ministro Pepe Vargas, reforçou a eficiência das políticas voltadas para a agricultura familiar e ressaltou ainda a possibilidade de acordos entre os dois países dentro do Mais Alimentos Internacional.

Juan Carlos Baruja salientou seu interesse em receber técnicos do MDA e do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para conhecer de forma detalhada as políticas que mudaram a realidade do campo brasileiro. As reuniões de trabalho entre os dois países estão previstas para  começar ainda em fevereiro. Segundo o ministro do Paraguai, “ao aplicar em seu país políticas já tão bem sucedidas no Brasil, será possível vencer o desafio que o próprio governo brasileiro impôs e superou com sucesso, que é o de erradicar a fome no País.”

PAA

O PAA, criado em 2003, possibilita a aquisição de alimentos de agricultores familiares. Os gêneros alimentícios são destinados a pessoas, em situação de insegurança alimentar e nutricional, atendidas por programas sociais locais ou de estoques estratégicos do governo.

Entre 2003 e 2005, o Programa foi operado, exclusivamente, com recursos do MDS. A partir de 2006, o PAA passou a ter uma maior participação do MDA, com dotação orçamentária própria, sob coordenação da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF/MDA).

No MDA, o foco do PAA está na formação de estoques governamentais, na sustentação de preços dos produtos da agricultura familiar, além do apoio à formação de estoques de produtos pelas próprias organizações de agricultores familiares e apoio à comercialização.

Mais Alimentos Internacional

O Mais Alimentos Internacional foi criado em 2010, a princípio como Mais Alimentos África. Atualmente, quatro países têm acordo firmado com o Brasil: Zimbabue, Moçambique, Gana e Cuba. O objetivo do programa é estabelecer uma linha de cooperação técnica que destaca a produção de alimentos pela agricultura familiar como caminho para segurança alimentar e nutricional dos países participantes.

Aliado à cooperação técnica,  a ação prevê o financiamento de tecnologia adaptada às realidades socioambientais da agricultura familiar local, como forma de ampliar a produção e a produtividade dos estabelecimentos rurais. A ideia é que estes países possam produzir mais e melhor. Com o aumento da produtividade e, consequentemente, da renda tornarem-se clientes regulares da tecnologia agrícola brasileira.

Fonte:

Deixe um comentário