Brasil é hexacampeão sul-americano

A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 é hexacampeã sul-americana da categoria. Com gols de Andressa e Ludmila, o Brasil derrotou o Paraguai em Fray Bentos, no Uruguai.

As brasileiras podiam até empatar que levariam o título para casa, já que tinham nove gols de saldo, contra os seis paraguaios. Entretanto, este não era o propósito nem o objetivo do Brasil. Toda a equipe queria ser campeã e para isso, as jogadoras lutaram durante os 90 minutos dentro de campo.

A cidade de Fray Bentos, que abraçou e apoiou a competição desde a primeira fase, esteve presente na grande final: mais de 800 pessoas assistiram a Brasil x Paraguai, no Parque Liebig’s.

Na primeira etapa, Djenifer quase abriu o placar. Andressa cobrou o escanteio, tocou para Patrícia Sochor que ajeitou para a volante do Brasil. O chute foi direto para fora. Andressa bateu forte de fora da área, mas a bola raspou no travessão e saiu. Patrícia Sochor e Gabriela também tiveram suas oportunidades. O Paraguai estava jogando recuado, mas aproveitava alguns contra ataques.

Ludmila foi derrubada na grande área e a capitã foi para a cobrança. Bola no alto, no canto direito da goleira Recalde, e 1 a 0 para o Brasil no placar. Nos minutos iniciais da segunda etapa, as paraguaias estiveram a ponto de empatar. Em bola parada, elas cabecearam duas vezes até que a bola saiu.

Quem marcou, no lance seguinte foi o Brasil, com Ludmila. A atacante recebeu a bola de Andressa, driblou duas zagueiras e tocou na saída da goleira.

Depois de uma bela jogada da capitã e de Ludmila, Patrícia Sochor ficou cara a cara com a goleira Recalde. A camisa 11 tentou bater tirando da camisa 1 paraguaia, mas a bola foi para fora.

Apesar de ter algumas chances para os dois lados, o placar já estava definido: 2 a 0 e o título para a Seleção Brasileira.
Artilheira Andressa

A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 teve o melhor ataque do Sul-Americano do Uruguai 2014: 23 gols em sete jogos. Andressa foi a artilheira da competição com seis gols.

A capitã do Brasil, mestre da bola parada, marcou três gols de pênaltis; um de falta, no ângulo; e dois com a bola rolando, contra a Bolívia e contra a Colômbia.

“O importante é fazer gol para ajudar a minha equipe, seja de bola parada ou não. Mas fico feliz de ter marcado tantos gols”, afirmou Andressa.

Patrícia Sochor ficou em segundo lugar, com cinco gols cada. Patrícia fez gols de todos os tipos de cabeça – contra o Chile, abrindo o placar da competição -, de dentro e de fora da área.

Byanca, Djenifer e Ludmila têm três gols cada; Gabriela, dois cada; e Cássia e Natália, um cada.

Deixe um comentário