Bombeiros atendem trabalhadoras rurais com suspeita de intoxicação por agrotóxico

Bombeiros levaram as vítimas ao Hospital Regional do Paranoá. Foto: Reprodução CBM-DF

Corpo de Bombeiros atendeu sete trabalhadoras rurais na manhã desta quarta-feira (14), na BR 251, KM 78, região entre o Paranoá e Planaltina. A suspeita é de intoxicação por agrotóxico. As mulheres começaram a passar mal e a desmaiar em meio a plantação de soja. As trabalhadoras tinham dificuldades respiratórias, inchaço nos olhos e faces, ânsia de vômito, coceira, além de tosse. O Corpo de Bombeiros fez o atendimento e depois colocou as lavradoras em um ônibus que dava suporte às trabalhadoras. O veículo foi escoltado até o Hospital Regional do Paranoá.
Outras 9 pessoas, mesmo não apresentando nenhum sintoma mas que tiveram contato com essas vítimas ou com a plantação, foram orientadas a fazerem logo os exames médicos para evitar uma reação retardada do efeito do agrotóxico utilizado na plantação em que trabalhavam. De acordo com os bombeiros, o último inseticida jogado na plantação foi o dessecante HEROA DAMEC, que após sua aplicação necessita de, no mínimo, 48 horas de descanso e secamento do produto para o manuseio. Os militares não souberam informar a data de aplicação do agrotóxico, porém, acreditam que o agente seja o causador da intoxicação.

Deixe um comentário