Bezerrão é interditado por tempo indeterminado

O Bezerrão é a casa da equipe do Gama. Foto: Divulgação

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva-DF (TJD-DF), Henrique Celso determinou, nesta segunda-feira (13), a interdição do estádio Valmir Bezerra Campelo, o Bezerrão, por tempo indeterminado. A medida em caráter emergencial atendeu a pedido do procurador-geral Lourival Moura e Silva após a briga generalizada no último domingo, durante a partida entre Gama e Brasiliense, pela 9ª rodada do Campeonato Brasiliense.

A pancadaria começou aos 40 minutos do segundo tempo, após uma dividida mais dura entre atletas das duas equipes. Além da briga em campo, o conflito se estendeu para as arquibancadas e torcedores invadiram o campo. O árbitro optou por encerrar o jogo antes do término do tempo regulamentar e o resultado final foi 1 x 1.

“Palco de guerra” – Segundo o procurador Henrique Celso,  aproximadamente 30 pessoas saíram feridas e, nesse mesmo estádio, já houve brigas generalizadas, tornando-o “palco de guerra”. Além disso, foi ressaltado que torcedores invadiram o gramado anteriormente. Inclusive, este é um dos requisitos para que o estádio possa ser liberado: que medidas sejam tomadas para que não haja invasões de campo.

A medida, no entanto,  se restringe a partidas de futebol, o que permite o Bezerrão receber shows e jogos de outras modalidades esportivas. Em caso de descumprimento da medida, uma multa de R$ 50 mil “será aplicada de forma solidária a todos os envolvidos, sejam equipes, sejam dirigentes, por partida disputada”. Além disso, clubes e jogadores, ainda serão julgados pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Distrito Federal.

 var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Fonte:

Deixe um comentário