Bastidores: MP acionará distritais que negam informações sobre verba indenizatória

Três deputados distritais devem ser acionados pelo Ministério Público do DF e Territórios por sonegarem informações referentes a serviços de consultoria pagos com a chamada verba indenizatória da Câmara Legislativa. O trio é investigado no âmbito da Operação Drácon. O relatório do MP deve vir a público na quarta-feira (10).

Administrador de Taguatinga, Ricardo Lustosa, é pivô da divergência entre Edson de Castro (Sindivarejista) e Justo Magalhães (ACIT). Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Na marca do pênalti          

Não aposte nenhuma ficha na permanência de Ricardo Lustosa na Administração de Taguatinga. Afilhado político da deputada Sandra Faraj (SD), ele deve ser substituído nos próximos dias. Na linha sucessória estão, entre outros, os presidentes da Associação Comercial (Acit), Justo Magalhães, e da Seccional da OAB, Lairson Rodrigues Bueno.

Saúde em debate

Os leitores do Brasília Capital souberam antecipadamente o tom do seminário promovido na sexta-feira (5) pelo presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), para debater a saúde no DF. Entre os convidados estavam os ex-secretários Maninha (PSol) e Jofran Frejat (PR) e o atual, Humberto Fonseca. A professora da Faculdade de Saúde da UnB Maria Fátima de Sousa (página 2), também convidada, não pôde comparecer devido a compromissos acadêmicos. Em comum, os quatro anteciparam suas ideias nas três edições anteriores deste semanário.

Leia mais bastidores do Pelaí}

Deixe um comentário