Bando explode caixa eletrônico

A área foi isolada para o trabalho do esquadrão antibomba da Polícia Militar (Eber Salomão de Oliveira/ Divulgação)
A área foi isolada para o trabalho do esquadrão antibomba da Polícia Militar

Os moradores de Corumbá de Goiás, cidade do Entorno a 122 km de Brasília, acordaram na madrugada de terça-feira (19/9) com o barulho de explosão. Quando amanheceu, eles souberam a causa. Ladrões detonaram caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil do município histórico, famosos pelo Salto de Corumbá. Foi o terceiro caso no mesmo prédio, em cinco meses.


O crime ocorreu por volta das 3h. O bando levou todo o dinheiro e ainda deixou para trás uma segunda bomba, não detonada. O explosivo só foi descoberto quando policiais se aproximaram da agência. “Quando viram, eles saíram correndo”, conta Eber Salomão de Oliveira, 24 anos, microempresário da cidade.


O assalto foi flagrado por câmeras do circuito interno de TV do banco. Nas imagens, segundo policiais militares de Goiás, aparecem dois homens no interior da agência, armando duas bombas em duas caixas distintas. Também aparece a explosão de uma delas, que danificou uma máquina de saque. É possível ainda ver um terceiro homem fora do banco.


Os PMs acreditam que o trio não detonou a segunda bomba porque, quando agia, uma viatura da corporação passou na rua de trás, fazendo barulho e espantando os ladrões. Até a publicação deste texto, o banco não havia divulgado os valores levados pelos criminosos.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário