Baderneiros enfrentam a PM na Esplanada

 

Um grupo de manifestantes entrou em confronto com a Polícia Militar em frente à Catedral durante os protestos contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, que limita os gastos públicos por 20 anos. A PEC passou em segundo turno no Senado Federal nesta terça-feira (13) e deverá ser promulgado pelo presidente Michel Temer na quinta-feira (15).

A PM montou um cordão de isolamento e estava revistando os participantes dos protestos em busca de objetos cortantes, fogos de artifício, além de hastes de bandeiras, ou outros materiais que pudessem ser usados como armas. Foram apreendidos facas, drogas, materiais inflamáveis e pedaços de pau. Os alvos também eram pessoas mascaradas. E foi justamente essa ação policial que motivou a revolta dos mais exaltados.

Praça de guerra – Por volta das 16h30, uma pequena multidão veio correndo por trás da Catedral e se juntou aos outros manifestantes no Museu da República e de lá foram até a Catedral.  E foram essas que iniciaram um enfrentamento contra os PMs, cerca de meia hora depois.  Os baderneiros jogaram garrafas de vidro, pedras e bombas e os policiais responderam com bombas de efeito moral, spray de pimenta e gás lacrimogêneo. Também houve troca de agressões físicas e pelo menos dois policiais e um manifestante ficaram feridos. Os participantes do protestos correram em direção ao Museu. A cavalaria da PM foi acionada.

Depredação – No local do conflito há focos de incêndio e um ponto de ônibus depredados. Funcionários da Esplanada que deixavam o trabalho foram atingidos pelo gás lacrimogêneo. Um ônibus também foi queimado perto da Rodoviária.

Com o auxílio da Cavalaria e da Tropa de Choque da PM, os manifestantes – parte deles com o rosto coberto para não serem identificados – foram pressionados a recuar em direção ao Setor de Autarquias Sul (ao lado da rodoviária, que foi isolado pela polícia) e depois seguiram rumo à Asa Norte, com atos de vandalismo pelo caminho, destruindo placas de sinalização e quebrando carros.

Detenções – Parte do grupo jogou pedaços de meios-fios em veículos que estavam no estacionamento de uma concessionária. A Polícia Militar chegou logo em seguida e prendeu cerca de dez jovens para levá-los possivelmente à 5ª Delegacia de Polícia (área central). 

Pelo menos três pessoas já haviam sido presas ao longo do dia durante a revista feita pela PM. Segundo o portal Metrópoles, elas foram conduzidas para a 5ª DP. Duas delas vieram de Uberlândia-MG e portavam máscaras com carvão ativado e bolas de gude. Elas foram assistidas por advogado, assinaram termo circunstanciado e, em seguida, foram liberadas. A terceira pessoa detida estava com pequena quantidade de droga e foi liberada. 

 

Policial militar foi ferido durante o enfrentamento com os baderneiros foi levado ao Hospital de Base. Foto: Gustavo Góes

 

Polícia Militar teve muito trabalho para dispersar a multidão onde os vândalos se infiltraram para deixar rastro de destruição. Foto: Zilta Marinho

Fonte: ,

Deixe um comentário