Avivando a memória do eleitor

 

Fevereiro marca o retorno da vida parlamentar, seja no Legislativo Federal, seja no Distrital. No Congresso, a agenda não é muito simpática à sociedade: mudança na Previdência Social, Reforma do Ensino Médio, flexibilização dos direitos trabalhistas e muito mais. As entidades da sociedade civil organizada já se preparam para pressionar os legisladores a não retirarem ainda mais os direitos sociais e prometem marcação cerrada nos deputados e senadores.

Por sinal, já existem outdoors, espalhados nas ruas da Capital Federal, com o nome e retrato de quem votou favorável ao congelamento do orçamento nos próximos 20 anos. É para que os eleitores não se esqueçam desses nomes. Da bancada de 11 parlamentares só escapam dois da “lista de traidores do povo”: Erika Kokai (PT) e Rôney Nemer (PP).

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário