Auditoria no Estádio Nacional

O Tribunal de Contas do Distrito Federal determinou à Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) a imediata retenção de pagamentos feitos ao consórcio responsável pela obra de cobertura do Estádio Nacional de Brasília, em função de irregularidades verificadas em auditoria feita pelo Núcleo de Fiscalização de Obras.

O relatório da auditoria aponta uma série de irregularidades que resultam, em princípio, em prejuízo superior a R$ 72 milhões. 


Durante a fiscalização foram identificadas falhas como duplicidade de custos em relação à elaboração de projetos e à administração da obra, além da antecipação de pagamento por material posto na obra. 


Em nota divulgada ontem(1/3), o GDF disse que tem um prazo de dez dias para se manifestar sobre o assunto. O governo afirmou que vai se posicionar o quanto antes e que confia “na lisura dos procedimentos e ações com foco na Copa do Mundo”.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário