Aspirante à CLDF, sindicalista se licencia

Ex-presidente do Sindimédico e agora pré-candidato a deputado distrital

 

Na última quarta-feira (06) ocorreu uma mudança de comando no Sindicato dos Médicos do Distrito Federal. Dr. Gutemberg se licenciou do cargo para cumprir o prazo legal de desvinculação previsto na legislação eleitoral para os líderes classistas que desejam concorrer nas eleições deste ano – ele é pré-candidato a deputado distrital. No lugar dele, assumiu o também ginecologista Carlos Fernando. Médicos, amigos – entre eles o pré-candidato a governador Jofran Frejat – e autoridades participaram da cerimônia de transmissão do cargo, realizada no auditório do sindicato. Ao Brasília Capital, Dr Gutemberg afirmou que se licencia, mas não se afasta das lutas da classe médica.
O senhor está se despedindo de vez do Sindicato dos Médicos?
Não é uma despedida. Saio, para lançar minha pré-candidatura, certo de que nós ainda temos muito trabalho por fazer: eu pretendo fazer a minha parte na Câmara Legislativa e o Carlos Fernando, no Sindicato. Porque grandes mudanças, como as que nós queremos, exigem grandes sacrifícios.
Mas as suas lutas serão outras?
A luta do SindMédico-DF é pela medicina, pela saúde da população, pela garantia de direitos. Ela continua lá e eu pretendo continuar nela, no campo político, onde consideramos essencial ter um representante da classe médica para assegurar que nossas lutas não serão em vão.
O senhor prevê uma diminuição ou aumento dos embates com o governo?
Com o Carlos Fernando à frente das decisões do SindMédico-DF o legado de independência e luta será mantido. Porque nós dois acreditamos que o medo paralisa. O medo é inimigo das grandes conquistas. Isso vale fora do sindicato, também: se a sociedade realmente quiser uma cidade e um país diferentes, vai ter que demonstrar coragem nas urnas e concretizar as mudanças necessárias, elegendo a solução e não a continuidade dos problemas que estão aí.
Fonte:

Deixe um comentário