Argélia reforça fronteiras

O sequestro de 40 estrangeiros na Argélia (África) – perto da fronteira com a Líbia, por um grupo extremista islâmico em reação à ação militar no Mali (África) – fez o governo argelino intensificar as forças de segurança no país. Desde essa quarta-feira (16/1) foram enviados militares para as áreas de fronteira com o Mali, a Mauritânia e a Líbia. A estimativa é que sejam acionados mais de 45 mil homens para a proteção aérea, marítima e terrestre.


O jornalista argelino Massinissa Benlakehal, que acompanha o assunto, disse nesta quinta-feira (17/1) que a população da Argélia vê com receio o avanço dos extremistas islâmicos e os conflitos com as forças de segurança dos países envolvidos no processo. Segundo ele, os refugiados do Mali buscam abrigo e segurança no Sul da Argélia.


Fonte: Agência Brasil

Sites e Blogs

Deixe um comentário