Aplicativo oferece cursos gratuitos de idiomas

As medidas de isolamento social continuam em vigor na maioria dos estados brasileiros, estratégia que já transformou a rotina da população. Com o fechamento de escolas e instituições de ensino, os estudantes deixaram de ter acesso ao aprendizado presencial. Pensando nisso, o aplicativo Babbel resolveu colaborar para fazer da quarentena um momento mais proveitoso, oferecendo cursos de idiomas gratuitos. Uma ótima chance para dar um “upgrade” no currículo e aumentar os conhecimentos.

Aprender um segundo idioma é o objetivo de milhares de pessoas, especialmente o inglês, a língua mais falada do mundo. Para ajudar quem tem esse desejo, a Babbel liberou seu curso de inglês gratuito, dando a oportunidade de aproveitar o tempo de quarentena da melhor e mais produtiva forma possível.

Para quem não conhece a Babbel, trata-se de uma das maiores plataformas de ensino de idiomas do mundo. Os milhões de usuários registrados utilizam o celular, o tablet ou o computador para aprender de forma dinâmica e fluida. Com uma metodologia de ensino exclusiva, o Apptem a proposta de ensinar utilizando situações reais, para que o estudante tenha todas as ferramentas para se comunicar no dia a dia.

Saúde mental – De acordo com a Assessoria de Imprensa da Babbel, a iniciativa de oferecer o curso de inglês grátis na quarentena tem relação direta com a missão da marca, que é levar o aprendizado de idiomas para todos. Sabendo que milhares de estudantes não poderão assistir aulas de línguas presenciais, e que outras milhares de pessoas têm mais tempo disponível no momento, o App decidiu oferecer seu curso gratuitamente e causar um impacto positivo na sociedade.

Nos últimos anos, ter um segundo idioma no currículo passou a ser mais do que valorizado, mas obrigatório. Dependendo da vaga que o candidato estiver pleiteando, ter conhecimento na língua pode fazer toda a diferença para a contratação. Mas, além do aspecto profissional, esse tipo de aprendizado tem um segundo benefício: A saúde mental.

Desde que a quarentena começou, os psicólogos têm atendido mais pacientes quecom angústia e ansiedade, sensações decorrentes do distanciamento entre as pessoas. Além disso, milhares de pessoas estão vivendo situações de estresse ao pensar no futuro, seja por conta de suas profissões, das contas a pagar ou de outras responsabilidades. Aprender um idioma, neste momento, pode ajudar o cérebro a controlar os sentimentos negativos.

E isso acontece por dois motivos: O primeiro é que, ao se colocar em uma rotinade aprendizado, o estudante tem uma motivação diária, mantendo-se focado na tarefa por alguns minutos do dia; Isto o faz deixar de lado a ansiedade e a aflição. Osegundo foi apresentado num estudo da Universidade de Chicago, que apontou que ter conhecimento em um segundo idioma ajuda no pensamento sistemático e na tomada de decisão com base em fatores mais positivos. Ou seja, aprender um novo idioma faz bem para a mente.

Online – Uma das vantagens do AppBabbel é a possibilidade de utilizardiferentes dispositivos para fazer as lições. Quem faz o curso pode acessar pelo computador, tablet e celular. E não é necessário nenhum equipamento com grandes configurações, já que o aplicativo é leve. As exigências de sistema são compatíveis com a maioria dos recursos presentes nos smartphones.

Para começar o curso, basta acessar a página da Babbel pela internet ou baixar o aplicativo para o smartphone e criar uma conta. Toda a navegação é intuitiva, com a interface em português. O usuário tem contato com o inglês somente quando começa as lições. 

Caso o inglês não seja o foco, a dica é conhecer os outros idiomas presentes na Babbel. Todos os cursos de línguas da plataforma estão liberados gratuitamente por um mês (https://pt.babbel.com/pt/magazine/um-mes-gratis) em todo o Brasil. Assim, os estudante em recesso pela quarentena ou alguém que queira aprender um idioma do zero, é uma boa oportunidade. 

Ao aprender com um método totalmente online, o estudante estará respeitando as orientações dos órgãos de saúde e mantendo a mente ativa. E o melhor: sem pesar no orçamento. Sem dúvida, uma forma saudável e produtiva de passar pela quarentena.

Deixe um comentário