Ao nomear administradores, governador eleito descumpre promessa e ignora Lei Distrital

Deputado distrital Chico Vigilante (PT) emitiu nota sobre as indicações eitas pelo governador eleito.

Deputado distrital Chico Vigilante. Foto: Júlio Pontes

“Nesse último dia do ano, o governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou mais uma série de nomes para serem nomeados como administradores regionais em seu governo.

Vê-se, claramante, a repetição do descumprimento do compromisso eleitoral de um candidato vencedor de que o processo de escolha dos administradores seria popular.

Após eleito, Ibaneis passou a definir os chefes das Administrações Regionais a partir da indicação de deputados distritais.

Curiosamente, amanhã é o dia da eleição da Mesa Diretora da Câmara Legislativa. Com isso, o governador tem de honrar, com os cargos de administradores, os distritais que prometeram apoiar o seu candidato à Presidência da Casa.

Fica evidente que essa ‘nova’ política prometida por Ibaneis para o Distrito Federal durante a campanha era, na verdade, a política velha do toma-lá-da-cá de sempre.

Essa atitude do governador também é um desrespeito a uma lei distrital, de minha autoria e que está em vigor, que determina a participação popular e democrática na escolha dos administradores regionais.

Com essa lei, a população terá papel preponderante na escolha dos administradores e será evitado que estes órgãos sejam currais eleitorais de deputados distritais.

Mais uma vez, a vontade da população do Distrito Federal é jogada às favas por um governo que começará o mandato adotando práticas políticas antigas e que não deveriam ser repetidas pois nunca deram certo.”

Deputado distrital Chico Vigilante (PT)

Deixe um comentário