Alimentação para uma vida longa

A alimentação é uma necessidade básica do ser humano e essencial para nossa sobrevivência.  Uma alimentação saudável é fundamental para a manutenção da vida e da saúde. A qualidade e quantidade dos alimentos ingeridos repercutem na saúde, influenciando na disposição, no estado emocional e na qualidade de vida. Por isso, o velho ditado “você é o que você come”. E cada pessoa é, portanto, o resultado da sua nutrição, pois uma alimentação saudável é a base para uma boa saúde.

A construção de hábitos começa na primeira infância e está diretamente vinculada ao ambiente social, cultural e, principalmente, no âmbito familiar no qual a criança está inserida. Durante todas as fases da vida, em especial a fase adulta, deve-se manter hábitos alimentares saudáveis. As alterações fisiológicas durante o processo de envelhecimento podem ter relação com o estado nutricional do idoso, principalmente devido à presença de doenças ou de acordo com os hábitos de vida. Por isso uma boa nutrição durante essa fase é de extrema importância, além de cuidados específicos com a alimentação.

Para os idosos, as principais recomendações são: Manter um consumo de água adequado, evitando a desidratação; aumentar o consumo de cereais integrais, como arroz integral, pães integrais, aveia, e que possuem boas quantidades de fibras, que auxiliam na melhora do quadro de constipação intestinal (sintoma comumente apresentado em idosos); consumir boas fontes de cálcio e magnésio, como leite e derivados, vegetais folhosos escuros e leguminosas, protegendo os ossos da osteoporose.

Deixe um comentário