Alerta para festas de fim de ano e dietas

Salpicão, peru, tender, lombo recheado, panetone e sobremesas deliciosas são bem típicas do Natal. Diante disso, muita gente conta os dias para a chegada desse momento tão especial que quase sempre é dividido entre amigos e familiares, mas há muitos perigos escondidos em uma mesa farta. Além disso, logo em seguida vem Ano Novo, Carnaval, dietas mirabolantes e correria para perder o peso que foi conquistado em poucas semanas.

Para evitar um desespero ainda maior, Dra. Tânia Falcão, endocrinologista do Hospital Santa Luzia, em Brasília, elencou algumas situações evitáveis bem típicas dessa época do ano.

 

Ceia de Natal

“O que sempre deixo claro é que essa comemoração é muito pontual e o mais importante a se fazer é se programar mesmo. Se a comida à noite vai ser pesada, busque manter uma alimentação mais leve durante o dia aliada a um exercício. Comida é prazer, é socialização e ninguém precisa cortar tudo de uma vez, basta ter cuidado.”

 

Ano Novo

“O Ano Novo também tem comilanças, mas é um dia que muita gente tira para exagerar no álcool. Por ser assim, sempre destaco que a bebida é inimiga da dieta. Em geral todas elas têm alto teor calórico. O objetivo não é cortar tudo e não beber nada, mas fazer isso de forma mais moderada. Prefira bebidas como vinho, rico em antioxidantes, e sempre associado a muita água.”

 

Carnaval

“Dezembro e janeiro são os meses em que o meu consultório enche de pacientes buscando formas milagrosas para emagrecer. O que eu mais repito é que dieta é algo que precisa ser acompanhado por uma equipe multiprofissional em todas as fases: antes, durante e depois. Não adianta fazer qualquer uma após breve pesquisa no Google ou revistas, pois sem o devido acompanhamento, a probabilidade de o paciente recuperar os quilos perdidos em pouquíssimo tempo é bem grande. Lembrando que: o que funciona para um pode não funcionar em outro e para conseguir chegar ao objetivo desejado é necessário ter uma dedicação de meses e até anos.”

 

Dica

A médica ainda alerta para o consumo desenfreado de alimentos do cotidiano. Os processados, frituras, refrigerantes, massas, embutidos e açúcar precisam ser evitados em qualquer época do ano. “A dica é sempre buscar boa qualidade de vida, ter uma alimentação adequada rica em gorduras boas, proteínas magras e carboidratos bons, sempre em paralelo com alguma atividade física regular. Lembrando que muito além do peso na balança temos que pensar na diferença entre massa de gordura e massa magra”, finaliza.

Fonte:

Deixe um comentário