Alemanha vai repatriar 700 toneladas de ouro

O Banco Central da Alemanha anunciou na quarta-feira (16) que vai repatriar quase 700 toneladas de reservas em ouro mantidas em Nova York e Paris desde a Guerra Fria por temor de que os soviéticos invadissem o país.
Até 2020, metade das barras de ouro que pertencem ao Bundesbank estará em seus próprios cofres. Atualmente a instituição guarda menos de um terço dessas reservas em solo alemão.
Bancos centrais de todo o mundo mantêm ouro no exterior para ser usado de forma rápida para comprar moeda estrangeira em tempos de crise, mas no caso alemão a política externa durante a Guerra Fria também influenciou a prática. As barras foram originalmente retiradas da Alemanha como uma precaução contra uma potencial invasão da então União Soviética.
Fonte: BBC Brasil
Sites e Blogs

Deixe um comentário