Água potável está garantida no DF

Tudo indica que a preocupação dos brasilienses com a escassez da água será, ao menos, amenizada. Isso porque o Distrito Federal receberá R$ 418,6 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para ampliar as fontes de abastecimento. Segundo especialistas, a captação das águas do Lago Paranoá – que está incluído no projeto – é uma solução viável para o abastecimento da capital.
Também está em fase de construção o Sistema Produtor de Água no Corumbá IV, no qual foram investidos cerca de R$ 300 milhões. A expectativa é de que os projetos atendam à demanda de água potável pelos próximos 30 anos no DF.
Segundo o diretor de Engenharia e Meio Ambiente da  Caesb, Cristiano Magalhães, os dois sistemas são distintos, porém se complementam. “Um agrega ao outro e são cruciais para expandir a oferta de água. Mas é importante destacar que eles estão sendo construídos separadamente”, diz. 
Fonte: Jornal de Brasília
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário