Aéreas dos EUA avançam após Brasil abrir mercado

De setembro de 2011 para cá, companhias nacionais ampliaram em 26% frequências em rotas para os EUA, ante alta de 32,6% por parte das americanas

Imagem divulgada pelo órgão de aviação de Nova York mostra trem de pouso do avião da TAM na posição errada

Antes do acordo, havia um limite de 154 operações semanais para cada país (Mark Szemberski/NYC Aviation)
A liberalização do mercado de voos entre o Brasil e os Estados Unidos pelo acordo de “céus abertos” firmado em 2010 está abrindo caminho para o avanço das companhias aéreas americanas no país. Embora tenham começado a reagir com mais força à atuação agressiva das estrangeiras, as empresas brasileiras têm ficado para trás.
De setembro de 2011 – um mês antes do início da liberalização – para cá, as companhias nacionais ampliaram em 26% as frequências nessas rotas, ante uma alta de 32,6% por parte das americanas. Em números absolutos, a diferença é maior. As companhias brasileiras acrescentaram 18 voos por semana nessas rotas, menos da metade do crescimento das internacionais.
Antes do acordo, havia um limite de 154 operações semanais para cada país.
Fonte: Veja Online
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário