Aécio avalia candidatura à Câmara para manter foro privilegiado

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) garantiu, no ano passado, que seria candidato ao Senado em 2018. Disse que uma candidatura à Câmara dos Deputados seria uma confissão de culpa. Diante de pesquisas negativas, já não está convicto das afirmações de outrora. Alvo de investigações, não quer ficar sem foro privilegiado. As informações são da coluna Expresso, da revista Época.

Em nota, Aécio negou a especulação e afirmou que será candidato a um cargo majoritário em 2018. “Não existe a possbilidade de disputar, este ano, uma cadeira de deputado federal. O senador será candidato a cargo majoritário e, em todas as pesquisas divulgadas até aqui, ele aparece em um dos dois primeiros colocados para o Senado. Especulações como a publicada devem ter origem em seus adversários que temem sua candidatura, e não em seus aliados”, afirmou.

Carvana – Aécio fará um giro de 15 dias pelo estado de Minas Gerais após o Carnaval. O parlamentar agendou encontros políticos, especialmente com prefeitos, para tentar alinhavar alianças e definir seu futuro eleitoral. Todas as regiões do estado serão visitadas pelo tucano.

A situação do PSDB no estado é delicada. Nome natural do partido na disputa para o governo, o senador Antonio Anastasia não quer ser candidato. Por isso, a legenda poderá apoiar o deputado federal Rodrigo Pacheco, atualmente no MDB.

Na tarde desta segunda-feira (29), Aécio esteve com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto.

Fonte:

Deixe um comentário