Administrador de Águas Claras sofre ataques

Desde que foi escolhido, o administrador de Águas Claras Ney Robsthon sofre oposição de moradores por não ser morador da cidade (ele reside no Sudoeste). Nos últimos dias, os ataques passaram a ser por suposta coação de Robsthon contra proprietários de quiosques e food-trucks.

João Carlos Bertolucci em frente ao comércio do administrador Ney Robsthon

Robsthon é proprietário de uma pizzaria e, segundo os moradores (vários deles apareciam em enquetes no final do ano como candidatos ao cargo que ele ocupa) e políticos como o ex-diretor do Procon, Todi Moreno, e o ex-vice-governador Renato Santana dizem que o administrador usa a Agefis para intimidar os comerciantes informais.

Santana chegou a postar em seu Instagram a foto de uma faixa contra Robsthon. Já Todi Moreno usou o Facebook para atacar os métodos do administrador. Na página da Associação de Moradores (Amaac) a polêmica ganhou corpo num bate-boca entre o presidente da entidade, Roman Cuattrin, e o jornalista João Carlos Bertolucci. A discussão enveredou, inclusive, para acusações pessoais. O Facebook institucional da Administração publicou nota de esclarecimento. Confira os prints.

Deixe um comentário