Acusado de matar por dívida de R$ 200 é condenado no DF

O juiz substituto do Tribunal do Júri de Samambaia, em conformidade com a decisão soberana do júri popular, condenou na quinta-feira (9) Eduardo Domingos da Costa Neto a 10 anos de reclusão pelo homicídio de Josimar Barbosa Lima. Eduardo foi condenado pela prática de homicídio privilegiado (recebeu ameaça) qualificado pelo recurso que dificultou a defesa da vítima.

De acordo com os autos, no dia 22 de setembro de 2012, por volta das 4h, na QR 633, em Samambaia, Eduardo, acompanhado de indivíduo ainda não identificado, desferiu golpes com uma peça de concreto contra Josimar Barbosa Lima, causando-lhe lesões corporais, as quais foram a causa de sua morte. O crime foi motivado por uma dívida de cerca de R$ 200, referente a compra de uma carroça.

O réu poderá recorrer em liberdade.

Deixe um comentário