Ação contra o uso do cerol

A Administração Regional de Candangolândia promoverá, na quinta-feira (18), das 9h às 17 horas, o “Candangolândia Sem Cerol”, com ações de conscientização e prevenção de acidentes voltadas para jovens que brincam com pipas e utilizam a mistura de cola com vidro moído, o cerol.

“Queremos possibilitar aos nossos jovens férias agradáveis e seguras, para tanto, vamos conscientizar às crianças para que não usem cerol nas linhas de suas pipas, evitando acidentes”, afirmou o Administrador Regional João Hermeto Oliveira Neto.

Durante o evento, cada jovem será convidado a entregar sua linha com cerol e receberá uma nova sem a mistura, além disso, a Administração Regional distribuirá panfletos educativos.

A programação contará ainda com Dj, pula-pula e diversas brincadeiras.

Acidentes: Em 1997, os policiais militares Laércio Pereira de Almeida, Marcelo Roberto Assis Rocha e Ricardo Everton Messias morreram após caírem de um helicóptero da Polícia Federal, durante treinamento, onde estavam suspensos por cordas de náilon revestidas por fibras de algodão a cerca de 50 metros de altura.

O helicóptero sobrevoava o Setor de Oficinas da Candangolândia quando uma linha de pipa com cerol cortou as cordas dos policiais e provocou a morte instantânea dos três.

De acordo com o laudo do Instituto de Criminalística, da Polícia Civil, a velocidade do impacto do helicóptero com a linha acabou causando o rompimento das cordas.

Serviço:

“Candangolândia Sem Cerol”

Local: Sede da Administração à Rua dos Transportes, vizinho à Praça do Cofre Público e ao Corpo de Bombeiros.

Data: Quinta-feira (18/7)
Horário: Das 9h às 17 horas

Fonte:

Deixe um comentário