A volta da Rua da Alegria

Um dos mais tradicionais points dos boêmios de Taguatinga está sendo revitalizado. Quem mora na cidade há mias de trinta anos, certamente conheceu a famosa Rua da Alegria, na CSA 1, próximo às Lojas Americanas. As casas noturnas atraíam gente de todo o Distrito Federal, para os “embalos de todos os dias à noite”.

O tempo passou e o perfil da rua mudou. O que era alegria virou ponto de prostituição e de venda e consumo drogas. Ultimamente, com a predominância do crack. Mas isto também está mudando. Com a chegada de novos bares e restaurantes de marcas consagradas, a rua começa a retomar o direito de ser chamada de “da Alegria”.

Brasil Vexado, Sabor na Boca, Subway, além da permanência da histórica lanchonete Speed, o taguatinguense volta a desfrutar de um local agradável e seguro para fazer suas refeições com amigos ou com a família. Por influência do representante da cidade na Câmara Legislativa, deputado Washington Mesquita (PSD), a área pública ganhou nova iluminação. Os comerciantes, com recursos próprios refizeram as calçadas.

“Agora, precisamos aumentar a segurança, quem sabe com a reinstalação de um Posto da Polícia Militar no Setor Hoteleiro, a poda das árvores para evitar que elas sirvam de abrigo para os marginais e drogados, e a instalação de câmeras de vídeo, para monitoramento permanente de possíveis ocorrências na área”, reivindica o franqueado do restaurante de comida nordestina Brasil Vexado, Max Rodrigues.

Nostalgia

“Lembro que antes era repleto de restaurantes e bares. Nos finais de semana era o ponto certo para encontrar os amigos e paqueras”, recorda, nostálgico, o empresário Nézio Pedro. Ele vibra com a iniciativa dos comerciantes e do poder público de revitalizar o setor e devolver à Rua da Alegria o glamour de outrora.

Segundo a Administração Regional de Taguatinga, no ano passado foi feita uma ação do 2º Batalhão da PM junto com a Agefis para a retirada de moradores de rua suspeitos de tráfico, além da implantação de um posto policial permanente na Praça do Relógio para extinguir a vulnerabilidade do centro da cidade.

            Esperança

            No dia 15 de agosto, foi anunciada a instalação de postes de iluminação e aterramento para fixação de 94 câmeras de segurança em Taguatinga. “Em até 90 dias estarão todas instaladas. Do total, 30 serão destinadas ao setor central, onde são registrados os maiores índices de criminalidade – desde pequenos furtos ao tráfico de drogas”, assegura o administrador Carlos Jales.

As medidas motivam os comerciantes a investir na cidade. O diretor de operações do restaurante Brasil Vexado, Cléber Teixeira, destaca estar recebendo um retorno excelente dos clientes. “Nós abrimos o restaurante no dia 16 de agosto e acreditamos na transformação da rua. Em breve, ao nosso lado, vai abrir outro restaurante especializado em sushi. Precisamos do apoio do poder público com policiamento à noite e com a urbanização da rua. Pequenas medidas como a poda das árvores, por exemplo, nos ajudarão a ter melhor iluminação e segurança”, conclui.

Fonte:

Deixe um comentário