A terra é um hospício. Cure-se!

O terapeuta Maurício de Castro ensina: “quase toda pessoa infeliz quer ver os outros em igual situação. Quem está de bem, deseja felicidade, paz e amor. Pessoas amargas, irônicas, que espalham a desarmonia, são pessoas frustradas. Em vez de usarem a própria força para resolver seus problemas e encontrar a felicidade, elas provocam infelicidade nos outros”, aumentando a sua própria infelicidade.

Tem homem que odeia mulher. Tem mulher que odeia homem. Tem gente que se odeia. Tem gente que odeia a vida. Tem gente que odeia gente. Tem gente que odeia animais. São doentes e não desconfiam. Se desconfiarem e procurarem ajuda, se curarão.

Cuidado com os moralistas. Eles condenam nos outros o que fizeram, fazem, ou morrem de vontade de fazer. Cuidado com os “bons”! Quem se acha bom é porque desconhece ou ignora a sua parte ruim, escura.

Esta parte negada é que Jungchama de Sombra. Quanto mais podre uma pessoa é, mais intransigente na defesa da moral. É errado defender a moral? Não. Errado é o radicalismo e a intransigência em sua defesa. Isso mostra que a pessoa esconde algo de ruim.

Gente de verdade se mostra pelos exemplos: tolera, compreende e ensina, se houver espaço. Como, então, ser verdadeiro e ter compreensão e tolerância com os outros? Conhecendo-se. 

Todos temos tudo de bom em nós, mas também, tudo de ruim. Leia o “Sermão das Bem Aventuranças”, também conhecido como Sermão do Monte. Lá tem tudo o que você precisa para tornar-se digno e realizar-se.

Os grandes mestres, inclusive Jesus, não aceitam o adjetivo de bons. Quem pensa que é bom é apenas iludido. O que é uma boa pessoa? é aquela que eliminou o mal em si. Não fala mais no mal, não pensa mais, não age mais; somos apenas esforçados. 

Cresça! A evolução é a sinfonia inacabada, mas, quanto mais você cresce, mais feliz se torna. Abra sua mente. Aja localmente, mas pense globalmente. Num pomar tem 100 flores diferentes, por quê tirar néctar só de uma?

Cresça e ajude a crescer. Isto é tudo!

Deixe um comentário