A responsabilidade que liberta

A Terra é um planeta de pessoas infantis. Perplexo com a conduta infantil da humanidade, Jesus afirmou: “A quem eu comparo esta geração? A crianças brincando em folguedos”.

A maturidade acontece somente quando o indivíduo assume seus atos, corrige-se quando preciso for, e age com honestidade e solidariedade, em relação ao próximo. Mahatma Gandhi ensinava que “a pessoa que guarda em casa coisas de que não precisa e são necessárias a alguém, é ladrão”.

O Mestre Tobias, no livro “Libertação”, de Chico Xavier, afirma que dois terços da humanidade retorna ao além sem nada acrescentar ao seu espírito; verdadeiras “encarnações perdidas”. Vieram e voltaram como mendigos espirituais.

Ao alegar que tinha doado tudo para os pobres, um ricaço foi advertido por um anjo: “Você não doeu. Deixou, porque não pode trazer”.

Sai Baba, no livro, “Flor do Dia”, comenta sobre o jogo de acusação de uns sobre os outros, numa interminável guerra entre as pessoas, vejamos:

“Estamos atravessando um momento difícil. Pobreza, violência, corrupção… tudo isso é um chamado para a reflexão: onde estamos errando? É muito limitado pensar que toda a maldade do mundo está somente no coração dos criminosos, dos terroristas. A verdade é que nós somos co-criadores de tudo o que acontece.

“Quando deixamos de procurar culpados pelo nosso sofrimento e compreendemos que não somos vítimas, quebramos o círculo vicioso do sofrimento, do vitimismo. O resultado do vitimismo é a ingratidão. A vítima é incapaz de agradecer. É da ingratidão que nascem os pactos de vingança e os jogos de acusação. Essa é uma das raízes da guerra.

“O principal instrumento de aferição para saber onde estamos na jornada evolutiva é o relacionamento afetivo. Por meio dele você toma consciência do que precisa mudar em si mesmo e desenvolve humildade para fazê-lo, descobrindo os pontos que precisam ser purificados.

“Enquanto você não compreender e aceitar suas imperfeições, sempre haverá alguém que o incomodará, mas quando você aceitar partes de sua personalidade que foram negadas, ocorrerá uma cura, e você se tornará capaz de viver em harmonia com o outro, não importa o lugar”.

Fonte:

Deixe um comentário