A culpa é de quem?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publica, anualmente, uma lista com os alimentos que contêm níveis de contaminação por agrotóxicos acima do permitido ou que receberam, durante o cultivo, agrotóxicos proibidos no Brasil. As amostras são colhidas em alimentos cultivados em todas as regiões do País.

Denúncias recentes dão conta de que a grande parte – talvez a maior – dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros não passou por nenhum tipo de fiscalização sobre o uso de agrotóxicos. Isso é preocupante. É uma questão de saúde pública!

O uso de agrotóxicos em larga escala pode trazer irritações na pele e olhos, dificuldade respiratória, má-formação congênita e, até mesmo, desenvolvimento de células tumorais. Sim, o consumo de agrotóxicos pode levar ao desenvolvimento de diversos tipos de câncer.

Além da Anvisa, o Ministério da Agricultura também tem responsabilidade tanto na legislação que regula o uso, importação e comercialização desses produtos como no controle de sua utilização. O problema está na divergência de dados apresentados entre esses órgãos, o que nos leva a crer que alguém não está fazendo a sua parte.

O problema é que quem “paga o pato” é o consumidor brasileiro. Esse é um dos motivos pelos quais o consumo de alimentos orgânicos tem crescido tanto no Brasil, pois, ao que nos parece, o controle sobre essas substâncias que fazem mal à saúde não está sendo eficaz.

Precisamos cobrar mais controle das autoridades. Elas são responsáveis pela garantia da saúde da população brasileira.

 


A Nutrição divulgada por quem não é especialista


Alimentação materna e a saúde do bebê


Dia do Nutricionista


 

 

 

Fonte:

Deixe um comentário