CPI da Saúde é retomada na Câmara Legislativa

Os deputados Wasny, Wellington Luiz e Lira participaram da reunião. Foto: Carlos Gandra/CLDF

 Os trabalhos da CPI da Saúde foram reiniciados nesta quinta-feira (9), no plenário da Câmara Legislativa. Participaram da reunião os deputados Wellington Luiz (PMDB), presidente do colegiado,  Lira (PHS), relator, e Wasny de Roure (PT). A CPI, que teve início em maio de 2016, investiga indícios de mau uso de recursos públicos na gestão da Secretaria da Saúde no período entre janeiro de 2011 a março de 2016.

Wasny apresentou requerimento em que cobra informações do Executivo sobre a situação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O parlamentar protestou contra a desativação da UPA de Ceilândia e a provável desativação de outras quatro unidades. O deputado quer saber quais as motivações que levaram o DF a desarticular o investimento que foi feito, inclusive com verba do governo federal.

“O que está em jogo é a qualidade da saúde da população do DF”, argumentou. Ele disse ainda aos integrantes da CPI da Saúde que há um prejuízo de cerca de R$ 10 milhões no contrato do SAMU. “Não é pouco dinheiro, principalmente diante do quadro de recessão pelo qual passa o DF”, afirmou.