Vídeo: Incêndio florestal sem controle ameaça mansões na Califórnia

Diversos focos de incêndios atingem o estado da Califórnia, nos Estados Unidos, desde segunda-feira. Mais de 38.000 pessoas foram obrigadas a deixar suas casas e outras 150.000 estão sob risco de remoção. Os dois maiores focos, Thomas Fire e Creek Fire, estão nos condados de Ventura e Los Angeles, respectivamente. Mais de 80.000 hectares e 150 edifícios já foram atingidos pelas chamas, estimam os bombeiros.

O fogo começou no interior de Ventura na segunda-feira à noite (horário local) e se espalhou rapidamente devido aos ventos fortes e secos. Por causa do mal tempo, os bombeiros não conseguem conter as chamas. Além do Thomas Fire e do Creek Fire, focos menores como o Rye Fire e Skirball Fire atingem o estado. Imagens divulgadas pela Nasa mostram que a queimada já pode ser vista do espaço.

Nesta quarta-feira, as chamas estavam chegando a Interestadual-405, uma importante rodovia próxima a Bel Air, em Los Angeles. Motoristas relataram uma “gigantesca bola laranja” se aproximando da rodovia.

Segundo a CNN, ventos vindos da cidade de Santa Ana são os responsáveis pela disseminação das chamas, mas espera-se que esses ventos diminuam durante a noite de quarta-feira. Os incêndios, no entanto, devem continuar ao longo da semana.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou estado de emergência, liberando fundos estaduais e recursos para assistência. Mais de 250.000 residências estão sem energia, informaram prestadoras de serviço.

Em Ventura, foi instaurado um toque de recolher, das 10 horas da noite às 5 horas da manhã, para proteger a população e evitar crimes como saques nas áreas desocupadas. Na cidade de 100.000 habitantes, 38.000 pessoas foram orientadas a deixar suas casas e mais de 12.000 construções estavam sob ameaça. Cerca de 65.000 hectares já foram atingidos pelo Thomas Fire.

Já em Los Angeles, o Creek Fire atinge 11.000 hectares. Até terça-feira, mais de 150.000 pessoas estavam sob ordem para deixarem suas casas. O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, também declarou estado de emergência na cidade.

Nas redes sociais, diversas pessoas compartilham imagens das chamas, além de fornecerem ajuda e informações aos moradores. Pedidos de orações pela Califórnia estão sendo compartilhados no Twitter, inclusive pelo presidente Donald Trump, que aconselhou os moradores a seguirem as orientações dadas pelos oficiais do estado.

Este incêndio acontece menos de dois meses depois que a queimada mais grave da região em 84 anos matou 44 pessoas. Mais de 20 focos de incêndio atingiram 245.000 hectares em outubro, forçando 90.000 pessoas a deixarem suas casas.

Com informações da Reuters

Fonte:

Deixe um comentário