Vida antes da vida

A psicóloga norteamericana Hellen Van Bach, autora do livro “Life Before Life”, hipnotizou e regrediu, até antes da vida uterina, 750 pessoas e lhes fez 10 perguntas:

1 – Foi sua a decisão de nascer?; 2 – Alguém o ajudou?; Qual o seu relacionamento com ele?; 3 – Como você se sente na perspectiva de nova existência na terra?; 4 – Qual a razão para nascer neste período?; 5 – Você escolheu seu sexo?; Se foi, por que o escolheu?; 6 – Qual é seu objetivo nesta nova vida?; 7 – Se você já conhecia sua futura mãe, que relacionamento tiveram?; 8 – E seu pai?; 9 – Você tinha conhecimento dos sentimentos da sua mãe antes do nascimento? e 10 – O que você sentiu após o parto?

Vejamos o que responderam: 81% decidiram por conta própria, e 19% não sabiam. 87% já conheciam seus futuros pais. 84% pediram para nascer neste período pela grande oportunidade de aprendizado, pela nova consciência de filhos de Deus, de imortalidade e pela vinda de grande número de espíritos superiores, atualmente conhecidos como gerações índigo e cristal, que farão uma era de ouro para a humanidade. 28% tinham consciência de trazer uma mensagem à humanidade e rejeitavam a ideia de poder e riqueza. Um percentual grande de mulheres escolheu este período pelas conquistas atuais e futuras, programadas para o sexo feminino.

Outras respostas foram: reaprendizado do amor fraterno. Combater o materialismo e o negativismo. Para reconciliar, aprender a amar, encontrar pessoas queridas, trabalhar para renovar a alma e ajudar pessoas por elas prejudicadas no passado.

A pesquisa mostrou a pré-existência da alma. A vida tem objetivos, e não se nasce por acaso, mas por uma causa.

Deixe um comentário