Venezuela rompe tentativa de aproximação com os Estados Unidos

O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Elias Jaua, declarou nesta quarta-feira (20/3) que o diálogo destinado a melhorar as relações entre o país e os Estados Unidos está “momentaneamente” interrompido. A medida, segundo o chanceler, foi tomada em protesto contra as declarações da subsecretária de Estado norte-americana, Roberta Jacobson, que pediu que as eleições de 14 de abril sejam “justas e que tenham credibilidade”.

O governo venezuelano considerou a declaração questiona, de maneira negativa, a organização do processo eleitoral, a cargo do Conselho Nacional Eleitoral. 

Jaua condena as previsões do governo norte-americano, que, segundo ele, acredita que a Venezuela poderá passar por um período de instabilidade política, devido à morte do presidente Hugo Chávez. 

Apesar de o diálogo para melhorar o entendimento entre os dois países ter sido interrompido, de acordo com Jaua, todas as relações diplomáticas e consulares estão mantidas.

Fonte: Agência Brasil

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário