Vaga no TCDF é prioridade

O PT tem mais interesse em indicar o novo conselheiro do Tribunal de Contas do DF do que em fazer o sucessor do deputado Patrício na presidência da Câmara Legislativa. Por isso, o partido está disposto a abrir mão do cargo em troca da vaga que se abrirá em XXXXXXXX, com a aposentadoria do (a) conselheiro (a) XXXXXXXXXXX. É o que admitem, “em off”, três caciques locais do partido.

Reeleição fica distante

Caso essa tese predomine, estarão sepultadas a pretensão do atual presidente da Câmara, Patrício, de se manter no cargo por mais dois anos, e as articulações para alterar a Lei Orgânica visando permitir a reeleição dos membros da Mesa Diretora, que precisa da adesão de pelo menos dois terços da Casa (16 votos).

Três petistas no páreo

 Com Patrício fora do páreo, os petistas precisariam convencer outros três correligionários (Chico Leite, Wasny de Roure e Arlete Sampaio), que se posicionam como possíveis sucessores do atual presidente, a desistir da disputa. “Coincidentemente”, eles são os mesmos que alimentam esperanças de ir para o TCDF.
 Agnelo tem a força
 Este cenário aumenta o poder do governador Agnelo Queiroz. Sem Patrício no caminho e com o PT contemplado, ele estará livre para fazer um acordo com outras legendas de sua base de sustentação. Sua preferência seria pelo distrital Christiano Araújo (PTB), atual secretário de Desenvolvimento Econômico e pupilo do senador Gim Argello.
 Agaciel corre por fora
 Mas Agnelo também está atento aos movimentos do deputado Agaciel Maia (PTC). Ele tenta aumentar as adesões à ala descontente com a atuação de Patrício e que pode apoiar Christiano Araújo. Agaciel está convencido de que esse grupo não representa a maioria (13) dos distritais.
 Wasny iria para o TCDF
 Se efetivamente a vaga no Tribunal de Contas couber ao PT, o favoritismo atual é do deputado Wasny de Roure. Mas Chico Leite e Arlete Sampaio de forma alguma podem ser considerados cartas fora do baralho.
Pelaí

Deixe um comentário