Unidos da Tijuca enfrenta problemas durante desfile na Sapucaí

A Unidos da Tijuca, terceira escola a desfilar na Marquês de Sapucaí neste domingo (10), pelo Grupo Especial, enfrentou problemas durante sua passagem pelo Sambódromo. Um princípio de incêndio, desmaios, a queda de um destaque e carros com problemas causaram buracos na avenida e atrapalharam a evolução da atual campeã do carnaval do Rio, que mostrou enredo sobre a Alemanha, com muita criatividade, apesar dos contratempos.

A escola levou martelos que levitam, fantasias que mudam de cor, efeitos sonoros que imitam trovões, um toboágua de 15 metros no meio da Sapucaí. Para celebrar o ano da Alemanha no Brasil, a Unidos da Tijuca empolgou o público com muitas surpresas e efeitos especiais. Mas, apesar de criativo, o desfile foi cheio de problemas: carros quebraram e tiveram princípio de incêndio, formaram-se buracos no meio do trajeto e duas integrantes desmaiaram

A fantasia de um dos destaques do último andar do carro ‘A floresta encantada’ foi parcialmente destruída por um princípio de incêndio. O fogo foi rapidamente apagado pelo próprio integrante da escola. Quando os bombeiros chegaram, não havia mais chamas.

Um dos integrantes do mesmo carro passou mal e desmaiou. A alegoria tem 75 buracos nos quais integrantes vestidos de gnomos entram e se cobrem com uma fantasia de cogumelo. A mulher foi socorrida pelos bombeiros. Já na dispersão, uma mulher caiu de outro quando tentava descer e também foi socorrida pelos bombeiros e levada, de maca, para o posto médico. Kênia Alessandra da Silva Rodrigues, de 39 anos, foi encaminhada para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, e submetida a uma tomografia. Nenhuma fratura foi identificada, mas a vítima não tinha previsão de alta até as 7h.

Logo no início do desfile, o suporte de uma luminária do carro abre-alas quebrou logo depois de deixar a concentração. Por causa do problema, um integrante da escola teve que atravessar a avenida segurando a peça. Na dispersão, o mesmo carro quebrou, obrigando os componentes do restante da escola a passar pelos lados, bem rente à grade, e causando buracos na avenida.

Fonte: G1

Deixe um comentário