Tribunal acata denúncia de improbidade contra Agnelo Queiroz

O ex-governador e o ex-administrador de Taguatinga seriam responsáveis pela aprovação irregular do projeto de construção da nova sede administrativa do governo, de acordo com o MP
 
20150720233933250510e
 

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) publicou nesta segunda-feira (20/7), a decisão do juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública do DF que acatou a ação de improbidade administrativa contra o ex-governador do DF, Agnelo Queiroz. O ex-administrador regional de Taguatinga, Anaximenes Vale Santos, também é alvo no mesmo processo.

A ação foi movida pelo Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), que alega que os réus seriam responsáveis pela aprovação irregular do projeto de construção da nova sede administrativa do governo, bem como a indevida concessão do Habite-se.

A decisão foi proferida na última quarta-feira (15/7), e divulgada hoje. A partir de agora, o processo começa a tramitar na Justiça.

Leia mais:


Fonte:

Deixe um comentário