STF decide que Sean Goldman permanece com o pai nos EUA

O STF (Supremo Tribunal Federal) negou na tarde de quinta-feira (7) três pedidos de habeas corpus apresentados pela família brasileira de Sean Goldman, hoje com 12 anos, para tentar trazer o menino de volta ao Brasil. Na prática, a decisão permite que Sean permaneça nos EUA com o pai biológico, David Goldman, americano residente nos Estados Unidos, e encerra a discussão pelo Supremo do caso que ganhou contornos diplomáticos. 

A família brasileira de Sean tentava, por meio dos habeas corpus, anular decisão da Justiça Federal do Rio de Janeiro ordenando que o menino fosse entregue a Goldman, nos EUA. A ida do menino foi determinada pela Justiça a pedido do pai depois que mãe, Bruna Bianchi, morreu no Brasil. Ela havia se separado de Goldman e mudado com a criança para o Rio

David Goldman, pai do menino Sean Goldman

Fonte: BOL Notícias


Sites e Blogs

Deixe um comentário