Sequestrados no Sinai egípcio

Um grupo de beduínos armados sequestrou nesta sexta-feira dois turistas, um israelense e uma belga, na península egípcia do Sinai, afirmou a polícia.
Beduínos a bordo de uma caminhonete viram o carro com os dois turistas, que se dirigiam para uma cidade balneária, e os obrigaram a parar apontando armas.
Os sequestros de estrangeiros em troca de pagamento de resgate ou para obter a libertação de beduínos presos se multiplicaram durante os últimos aos no Sinai, aproveitando a deterioração da segurança desde a queda do regime de Hosni Mubarak, em 2011.
Os sequestros não costumam durar mais de 48 horas.
Inúmeras embaixadas desaconselham formalmente a seus cidadãos que viajem para esta região se não for estritamente necessário.
France Press
Sites e Blogs

Deixe um comentário