Saúde pública é pior no carnaval

Se em dias normais os pacientes da rede pública de saúde reclamam da demora no atendimento, em feriados, a situação se agrava ainda mais. Por conta do Carnaval, pacientes acreditam que os funcionários de alguns hospitais, principalmente a equipe médica, tenham deixado de prestar contas no plantão de feriado – como ocorreu no Ano Novo. Assim, muita gente   desistiu de se consultar, e aqueles que insistiram enfrentaram uma espera que durou até 13 horas. O Jornal de Brasília percorreu hospitais de várias localidades do DF e constatou as denúncias de mau atendimento.

A balconista Késsia de Sousa, 20 anos, torceu o tornozelo na segunda-feira e desde então teve de fazer uma peregrinação até conseguir ser atendida. No mesmo dia em que sofreu o acidente, ela procurou o Hospital Regional da Asa Norte (Hran), por volta das 15h. “Eu tive que desistir pela demora. Resolvi ir até o Hospital de Base e depois ao Hospital Regional de Ceilândia, mas todos estavam quase inoperantes. Saí sem ser consultada, já passava das 23h”, relata. 
Fonte: Jornal de Brasília
Sites e Blogs

Deixe um comentário