Rússia não ajudará depositantes no Chipre

O vice-primeiro-ministro da Rússia, Igor Shuvalov, declarou que o governo não ajudará os cidadãos russos afetados pela crise no Chipre e que podem perder quantias substanciais de seus depósitos nos dois maiores bancos da ilha, que passam por uma reestruturação. No entanto, o país pode considerar resgatar empresas estatais se alguma delas for seriamente afetada pelo colapso bancário na ilha.

“Se alguém perder dinheiro é uma pena, mas o governo russo não vai fazer nada nesta situação”, disse Igor Shuvalov à rede de televisão Rossiya na noite de domingo. “Se houver uma perda grave de uma empresa com participação estatal, nós estaremos prontos para analisar isso publicamente e de forma transparente aqui na Rússia, mas isso não ajuda necessariamente o Chipre.”

Contexto – O banco central de Chipre diz que depositantes com mais de 100.000 euros (128.000 dólares) no Bank of Cyprus (Banco de Chipre) podem perder pelo menos 37,5% de seu dinheiro, que serão transformados em ações do próprio banco, como parte de um pacote de resgate de 10 bilhões de euros negociados com a troika
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário