Rio 2016 já registra número recorde de mulheres participantes

 

Se em 1896, em Atenas, as mulheres eram proibidas de disputar provas olímpicas, 120 anos depois, no Rio de Janeiro, elas estabelecerão um novo marco na história do esporte. O número de atletas do sexo feminino com vaga garantida no Rio já é o maior da história, superando as 4.676 competidoras que estiveram em Londres, em 2012.

Nesta quarta-feira (27), o Comitê Olímpico Internacional (COI) informou que 5.180 mulheres estão inscritas para os Jogos do Rio, um aumento de 10,77% em relação ao recorde estabelecido há quatro anos. 

A conta ainda pode mudar até o dia da cerimônia de abertura, marcada para o dia 5 de agosto, em virtude das suspensões que estão sendo impostas pelas federações internacionais a atletas punidos por doping – só a Rússia, investigada pela Agência Mundial Antidoping (WADA) por comandar um sistemático esquema de doping, teve 108 atletas excluídos. 

Dos 11.437 atletas confirmados nos Jogos do Rio de Janeiro até o momento, 45,29% são mulheres. Este é o maior percentual já registrado: em 2012, elas representaram 44,25% dos 10.568 competidores. As mulheres passaram a competir nos Jogos Olímpicos em 1900, em Paris. Foram 22 atletas inscritas no tênis, vela, críquete, hipismo e golfe, o que corresponde a 2,21% do total de competidores naquela edição.

Final Brasil e Argentina. evento teste_Rugby_Deodoro_fotopaulomumia06032106
Final Brasil e Argentina. Evento teste de Rugby. (Foto: Rio 2016/Paulo Mumia)
A entrada do golfe e do rugby, ambos com torneio feminino, e o aumento de provas para mulheres em outras modalidades – como na luta livre, que incluiu duas novas categorias para elas – colaboraram para que o pico do crescimento da participação feminina fosse alcançado. As mulheres estão presentes em todas as modalidades do programa olímpico do Rio, isto porque o nado sincronizado e a ginástica rítmica são esportes exclusivamente femininos. 

Se em números absolutos as mulheres ainda estão em número inferior, em algumas potências olímpicas elas já reverteram o jogo. Os Estados Unidos virão ao Rio de Janeiro com 292 mulheres e 263 homens – ou seja, 53% da delegação é composta por atletas do sexo feminino. Esta será a maior equipe feminina de um país na história dos Jogos Olímpicos. A China também segue a tendência e trará 256 mulheres e 160 homens. Já a equipe brasileira conta com 209 mulheres e 256 homens, um recorde também de participação feminina para o país.

 

 


Bolsa, mochila e cartaz são vetados em jogos da Olimpíada no Mané; veja

Nuzman diz que atletas chegaram antes do previsto na Vila Olímpica

Justiça Federal cobra apresentação do legado dos Jogos Olímpicos

 
Fonte:

Deixe uma resposta